Intercorrência com implantes em seio maxilar: relato de caso

Cíntia Fagundes Garcia, Rafael Ciota Alves, Fernando Vacilotto Gomes, Luciano Mayer

Resumo


Introdução: A colocação de implantes na região posterior da maxila é uma prática clínica comum, mas essa área requer um cuidado especial, sendo que devido as suas particularidades alguns acidentes podem ocorrer com maior facilidade. Dentre os possíveis acidentes que podem ocorrer, um deles é o deslocamento do implante para o interior do seio maxilar, onde a sua permanência pode trazer consequências como, por exemplo, sinusite aguda ou crônica, por isso o tratamento recomendado é a remoção cirúrgica do mesmo. Relato de Caso: Através de um acesso tipo Caldwell-Luc, o implante foi abordado e removido dentro do seio maxilar. Objetivo: Este trabalho é um relato de caso de uma intercorrência ocorrida na região posterior da maxila quando da instalação do implante, em que o mesmo foi, acidentalmente, deslocado para o interior do seio maxilar e sua solução cirúrgica fora apresentada. Conclusões: a região posterior da maxila é uma área delicada para a colocação de implantes devido a fatores como baixa densidade e a pouca disponibilidade óssea devido a reabsorções da crista alveolar e a pneumatização do seio maxilar, possibilitando o surgimento de intercorrências no trans-cirúrgico.


Texto completo:

PDF