Ações de promoção em saúde bucal: um estudo com o povo indígena Tremembé, CE

Grasiela Piuvezam, Maria Socorro Costa Feitosa Alves, Ângelo Giuseppe Roncalli, Carlos Wagner de Araújo Werner, Aurigena Antunes Ferreira

Resumo


Este trabalho aborda ações de promoção em saúde desenvolcidas no Projeto de Saúde Bucal com Povo Indígena Tremembé, Ceará, viabilizadas por uma parceria da Igreja Metodista, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Pretendeu contribuir para a melhoria na qualidade da saúde bucal Tremembé valorizando etnoconhecimentos e saúde integral. A atuação priorizou Ações de Educação e Saúde utilizando um Levantamento Epidemiológico para o diagnóstico situacional de cárie e planejamento, e contemplou o Atendimento Odontológico. Nas Ações de Educação em Saúde utilizou-se a pedagogia da problematização através de Oficinas de Preservação em Saúde resultando na produção da Cartilha de Saúde Bucal Tremembé. Os dados epidemiológicos, com 102 indivíduos, obtidos através do índice CPO-D (dentes permanentes cariados, perdidos e obturados) foram organizados pelo programa Epi Info 6.04, em 4 grupos etários (até 24; 25-34; 35-44; 45›) resultando em médias que variaram de 9,5 a 20,9 respectivamente, evidenciando  precária situação de saúde bucal. As ações de promoção em saúde contribuíram para consciência sanitária, no sentido da reivindicação dos direitos à saúde representada como um exercício da cidadania, bem como na busca pela autonomia em relação à prevenção de doenças bucais entre os Tremembé.

Texto completo:

PDF