Perfil das mães com filhos diagnosticados com fissura labiopalatal

Sandra Mara Cavelanha da Silva, Alexandre Meireles Borba, Álvaro Henrique Borges, Fernanda Zanol Matos, Fernanda Silva de Assis, Orlando Aguirre Guedes, Cláudia Caldas, Denise Carvalho Caffer, Alessandra Nogueira Porto

Resumo


Objetivo: O objetivo do presente estudo foi conhecer o perfil das mães com filhos diagnosticados com fissura lábiopalatal e verificar as orientações recebidas a cerca desta patologia e sobre o aleitamento materno. Material e método: Foram entrevistadas 50 mães de crianças com fissuras labiopalatinas, de ambos os sexos, com idade até 12 meses, sem outras anomalias congênitas associadas. As mães foram entrevistadas utilizando um questionário modificado, que foi aplicado logo após a triagem no Ambulatório de Anomalias Craniofaciais do Hospital Geral Universitário de Cuiabá, Mato Grosso- Brasil. Os dados foram analisados utilizando o teste estatístico ANOVA (análise de variância) e Tukey para nível de significância de 5% (p-valor < 0,05). Resultados: A idade materna das mães com crianças com fissura, foi na faixa etária entre 20 a 30 anos a maior prevalência e 64% delas não possuíam o ensino médio completo. De todas as mães que realizaram consultas de pré-natal, 74% receberam o diagnóstico da fissura ainda na gestação, sendo que essas realizaram número maior de consultas de pré-natal em relação àquelas que receberam o diagnóstico no pós-natal. Sobre o aleitamento materno 62% delas receberam orientações no pré-natal, sendo este índice elevado a 70% na maternidade, após o diagnóstico da fissura. Os sentimentos de preocupação e aceitação foram os mais relatados pelas mães. O uso de mamadeira como forma de aleitamento foi observado em 54% dos casos após a alta da maternidade. Conclusão: Foi verificado no presente trabalho que as mães avaliadas eram jovens, com baixo nível escolar e um número expressivo delas receberam a informação do diagnóstico da fissura durante a gestação e que receberam informações sobre o aleitamento materno, foi relatado em sua grande maioria um sentimento de medo e preocupação.


Texto completo:

PDF