Dureza superficial de resinas compostas nanoparticuladas e bulk fill expostas a suplementos nutricionais

Hamilton Bruno Costa, Leonardo de Pádua Andrade Almeida, Miquéias Sousa Silva, Alessandro Ribeiro Gonçalves

Resumo


Objetivo: Avaliar a microdureza superficial de duas resinas compostas após imersão controlada a dois suplementos nutricionais à base de carboidratos, desenvolvidos para indivíduos que praticam atividade esportiva. Materiais e Métodos: Utilizou-se as resinas compostas Filtek Z350 XT (3M ESPE); Filtek bulk Fill (3M ESPE) ambas na cor A3. Foram confeccionados 60 corpos-de-prova, 30 para cada material restaurador, os quais foram divididos nos seguintes grupos: Grupo 1 - controle; Grupo 2 – imersão em 20 mL de Gatorade (AmBev) durante 5 minutos 3 vezes por dia; Grupo 3 - imersão em 30 g de gel de carboidrato Carbo Gel (Vox Suplementos) durante 5 minutos 3 vezes por dia.  Em todos os grupos o período de reposição foi de 15 dias. Durante os intervalos, as resinas ficaram armazenadas em saliva artificial a 37º C. Foi realizado o teste de microdureza Vickers com base na norma ISO 4049 com o auxílio de um Microdurometro Vickers - Buehler - Lake Bluff, Illinois/USA (MMT-3) com a carga de 50 gf por 30 segundos, foram realizadas 5 endentações por corpo-de-prova, uma no centro e quatro nas periferias. A média dos valores de dureza foi comparada usando o teste ANOVA e o pós-teste de Tukey, em nível de significância de 5,0%. Resultados: Todos os corpos de prova que ficaram imersos em Gatorade e Gel de carboidrato apresentaram valores de microdureza estatisticamente menores, quando comparados aos grupos controle. Conclusão: A imersão de resinas compostas em suplementos alimentares Gatorade (Ambev) e Carbo Gel (Vox Suplementos) diminui significativamente sua dureza superficial.


Texto completo:

PDF