Efeito Citotóxico de Alginatos Odontológicos sobre Células Fibroblastóides

Matheus M. Pithon, Rogério L. Santos, Fernanda O. Martins, Maria T. V. Romanos

Resumo


O alginato ou hidrocolóide irreversível é um dos materiais de moldagem mais aceitos e utilizados na Odontologia. Algumas substâncias presentes nesses pode levar toxicidade. O estuto foi avaliar a citotoxicidade de alginatos de uso odontológico. Foram avaliados quatro diferentes alginatos divididos em 4 grupos, assim denominados: Ava Gel, New Print, Kromopan e Hydrogum. Três grupos controle também participaram Controle positivo (C+) constituido pelo detergente celular Tween 80, controle negativo (C-) PBS, e controle de célula (CC) onde as células não foram expostas a nenhum material. Após manipulação dos materiais seguindo as orientações do fabricante foi confeccionado corpos de prova utilizando-se anéis de silicone. Em seguida os mesmos foram imersos em meio mínimo essencial de Eagle (MEM) por 2 min, onde então procedeu-se a remoção do sobrenadante e colocação em contato com fibroblastos L929. Após contato com o meio as células foram incubadas por mais 24 h onde então foram adicionados 100ml do corante vermelho neutro a 0,01%. Novamente as células foram incubadas por 3 h para que as mesmas incorporassem o corante. Passado esse período as mesmas foram fixadas e então, realizada contagem de células viáveis em espectrofotômetro (BioTek, Winooski, Vermont, USA) em um comprimento de onda de 492nm. Os resultados demonstraram diferenças estatísticas entre os grupos CC e C-com os demais (P<0.05). Ausência de diferença estatística ocorreu entre os grupos Ava Gel, New Print, Kromopan e Hydrogum (P>0.05). Pode-se concluir com a realização desse trabalho que todos os alginatos testados mostraram caráter citotoxico.


Texto completo:

PDF