Avaliação radiográfica da posição e forma do forame mentual em uma subpopulação Brasileira

Orlando Guedes, Luiz Eduardo Rabelo, Olavo Cesar Porto, Ana Helena Alencar, Carlos Estrela

Resumo


Objetivo: Avaliou-se a posição e a forma do forame mentual em radiografias panorâmicas digitais em uma subpopulação Brasileira. Material e Método: Quinhentas e dezoito radiografias panorâmicas foram consecutivamente selecionadas de um banco de dados secundário de uma clínica radiológica privada e analisadas de acordo com a faixa etária, gênero e simetria. Dois especialistas em radiologia odontológica determinaram a posição horizontal, vertical e o formato de 1036 forames mentuais. Resultados: A maior frequência do forame mentual localizava-se entre o longo eixo do primeiro e segundo pré-molares inferiores (55,89%). Não foi observada diferença no posicionamento horizontal em relação ao gênero e a idade. Simetrias foram observadas em 68,91% da amostra. O posicionamento vertical do forame mostrou uma localização comum abaixo dos ápices do primeiro e segundo pré-molar inferior (55,31%). Diferença na relação vertical foi observada apenas em pacientes com idade variando entre 10 a 20 anos. Simetrias foram observadas em 84,36% dos casos. Significativa quantidade dos forames mentuais apresentava contorno irregular (62,74%), com simetrias em 68,15%. Conclusão: O forame mentual apresentava-se comumente localizado abaixo e entre os primeiros e segundos pré-molares e com formato indefinido/irregular.


Texto completo:

PDF