Fibroma ossificante periférico: relato de um novo caso

Cássio Vinhadelli Ribeiro, Luciana Soares Odorico do Nascimento, João César Guimarães Henriques

Resumo


O Fibroma Ossificante Periférico (FOP) é uma lesão reativa oriunda de agressões sofridas pelo tecido gengival, que acomete predominantemente a região anterior de maxila de indivíduos do sexo feminino em sua segunda década de vida. Objetivo: O presente trabalho tem como objetivo descrever uma lesão em maxila. Material e método: Para descrição do caso, foi feita uma ampla revisão de literatura. Resultados: A lesão aqui descrita acometeu paciente do sexo feminino, melanoderma, que procurou atendimento devido à tumefação presente em região anterior de maxila. Após a anamnese e exame físico, a paciente foi submetida a exames de imagem, que revelaram espessamento total do espaço do ligamento periodontal do dente envolvido com a lesão. O exame anátomo-patológico revelou a presença de um Fibroma Ossificante Periférico e o tratamento eleito foi a exérese da lesão, tendo em vista suas características de benignidade. A paciente foi acompanhada por 45 dias pós-operatórios, onde observou-se boa cicatrização além de ausência de recorrência. Conclusão: Dessa forma, observa-se que o cirurgião-dentista deve ser capaz de diagnosticar tal alteração além de oferecer a melhor opção terapêutica ao paciente.


Texto completo:

PDF