Tratamento de lesão de mancha branca com infiltrante resinoso: relato de caso

Vinícius Rangel Geraldo-Martins, Bianca Gomes Barbosa, Viviane Lemos da Silva, Isabela Guerra Gontijo, Rosa Maria Pereira Moisés Barbosa de Andrade, Ruchele Dias Nogueira

Resumo


O diagnóstico precoce de lesões de mancha branca no esmalte dental permite que um tratamento não invasivo seja indicado para a remineralização das lesões ativas. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso clínico onde foi utilizado um infiltrante resinoso para o tratamento não invasivo de uma lesão de mancha branca do esmalte dental. Foi selecionado um paciente com 14 anos de idade, do sexo masculino, leucoderma, com boa saúde geral, de alto risco à cárie, que apresentava lesão de mancha branca no incisivo central superior direito. Devido ao aspecto rugoso e opaco da lesão, optou-se pela realização do tratamento do dente com uma resina infiltrante (Icon®, DMG, Hamburg, Alemanha). Inicialmente foram realizadas fotografias intraorais e radiografia do dente acometido para fins de documentação do caso e futuras comparações. Em seguida, o dente recebeu profilaxia e posterior tratamento pela técnica da resina infiltrante, de acordo com as instruções do fabricante. Para a verificação da efetividade do procedimento, o paciente foi avaliado imediatamente e após 2 meses da conclusão do tratamento. Concluiu-se que a técnica da resina infiltrante de baixa viscosidade para o tratamento da lesão de mancha branca do dente 11 foi satisfatória, pois foi capaz de promover a paralização da doença e o mascaramento da lesão de mancha branca naquele dente.


Texto completo:

PDF