Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 28 n. 85 (2019): ROBRAC

Comparação de diferentes técnicas de moldagem com silicone de adição – estudo in vitro

  • Mariana Borges Barros Lima
  • Ana Paula Rodrigues de Magalhães+
  • Terence Romano Teixeira
  • Pedro Alves de Lima
  • Wellington Ferreira Martins
  • Rafael de Almeida Decurcio
  • Paula de Carvalho Cardoso
DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v28i85.1343
Enviado
julho 30, 2019
Publicado
julho 31, 2019

Resumo

Objetivo: Comparar diferentes técnicas de moldagem com silicone de adição, quanto à precisão e fidelidade da cópia através de medidas manuais e sobreposição em CAD/CAM. Material e método: Foram realizadas 4 moldagens com silicone de adição de um mesmo modelo nas seguintes técnicas: T1 – dois passos com recorte; T2 – dois passos com alívio de filme PVC; T3 – dois passos sem alívio e T4 - simultânea. A fidelidade das 4 técnicas de moldagem foi avaliada por meio de mensurações de 5 dimensões nos modelos de gesso vazados em cada um dos moldes obtidos. Outra forma de análise foi a sobreposição de imagens no CAD/CAM, com a finalidade de verificar se há semelhanças ou diferenças dimensionais entre o modelo piloto e as amostras. As medidas obtidas foram submetidas ao teste ANOVA com comparações múltiplas pelo teste de Tukey (α=0,05). Resultados: De acordo com as mensurações, a técnica que apresentou maior discordância do modelo piloto foi a T4, não havendo diferença entre as outras técnicas. Na avaliação em CAD/CAM, as técnicas T4 e T3 apresentaram maiores diferenças em relação ao modelo original de acordo com as imagens sobrepostas. Conclusões: Todas as técnicas estudadas apresentaram alterações dimensionais, em especial a técnica simultânea e a sem alívio, tanto nas medidas obtidas quanto na análise em CAD/CAM.