Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 19 n. 50 (2010): ROBRAC

Percepção de professores, estudantes e usuários acerca de beneficência em dois de cursos de Odontologia de Salvador - Bahia

DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v19i50.436
Enviado
junho 22, 2010
Publicado
agosto 25, 2010

Resumo

A beneficência é um dos princípios da Bioética que suscita múltiplas interpretações, de modo que é imprescindível entender como ele é elaborado no processo de formação. O objetivo desse estudo foi compreender a partir de qual ponto de vista professores, estudantes e pacientes de dois cursos de Odontologia da Bahia percebem o benefício ao paciente. Trata-se de um estudo de caso múltiplo de abordagem quantitativa e qualitativa. Em ambos os cursos foram aplicados 283 questionários para estudantes que se encontrava em diferentes fases da formação e conduzidas entrevistas não-diretivas para 32 professores de disciplinas que envolviam atividades práticas com pacientes e para 10 usuários das clínicas de ensino. De acordo com os resultados, a noção de benefício ao paciente vai além de se realizar tratamentos clínicos de qualidade. Ainda que para alguns dos professores, alunos e pacientes da pesquisa a beneficência esteja centrada na dimensão técnica da atenção, para a maioria ela perpassa pela postura ético-humanística do profissional. Para muitos professores, o cumprimento da beneficência prevê o diálogo com os pacientes, a clareza por parte do profissional quanto ao que ele considera ser o melhor para o paciente e a negociação entre ambos.