Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 17 n. 44 (2008): ROBRAC

Retratamento: protaper para retratamento X técnica híbrida munual

  • Gilson Blitzkow Sydney
  • Alexandre Kowalczuck
  • Marili Doro Deonizio
  • Antonio Batista
  • José Mirabeau de Oliveira Ramos
  • Rossana Travassos
DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v17i44.49
Enviado
março 20, 2010
Publicado
março 21, 2010

Resumo

O objetivo do presente estudo foi avaliar a capacidade de remoção do material obturador nos retratamentos com o sistema Protaper Universal –Retratamento e com técnica híbrida manual auxiliada pelos instrumentos Pré-Race. Foram selecionados vinte e quatro dentes humanos incisivos inferiores com comprimentos entre 19 e 21mm os quais foram preparados e obturados, e armazenados em ambiente de umidade relativa de 100% por 180 dias. Completado este período, os dentes foram radiografados individualmente no sentido mesio-distal e vestíbulo-lingual e divididos aleatoriamente em dois grupos. Os dentes do Grupo 1 foram desobturados empregando-se os instrumentos Protaper Universal - Retratamento, D1, D2 e D3 seguindose o preparo com instrumentos F1 e F2; no Grupo 2 os dentes foram desobturados empregando-se técnica híbrida manual com auxilio dos instrumentos Pré-Race. Os dentes foram novamente radiografados em ambos os sentidos, as imagens digitalizadas e a medição linear das paredes foram realizados pelo software Image Tool 3.0. Os resultados mostraram diferenças estatisticamente significantes no remanescente quando Protaper Universal – Retratamento foi empregado e com o uso de F1 e F2 em ambos os sentidos. A técnica híbrida manual apresentou melhores resultados.