Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 17 n. 43 (2008): ROBRAC

Efeito citotóxico de um novo cimento de ionômero de vidro modificado por resina aplicado sobre células odontoblastóides.

  • Fernanda Campos Rosetti Lessa
  • Castelo Pedro Vemba Cidade
  • Indri Nogueira
  • Josimeri Hebling
  • Carlos Alberto de Souza Costa
DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v17i43.50
Enviado
março 20, 2010
Publicado
março 21, 2010

Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar os efeitos citotóxicos do cimento de ionômero de vidro modificado por resina VitrebondTM e da sua nova formulação VitrebondTM Plus quando aplicados em contato com células de linhagem odontoblástica MDPC-23. Vinte e quatro corpos de prova padronizados foram confeccionados com cada um dos materiais experimentais, os quais foram imersos em meio de cultura α-MEM e incubados pelos períodos de 24 horas (Grupo 1 – VitrebondTM e Grupo 3 – VitrebondTM Plus) ou 7 dias (Grupo 2 - VitrebondTM e Grupo 4 – VitrebondTM Plus) para a obtenção dos respectivos extratos. Para os grupos controle 5 e 6, foi utilizado o meio de cultura α-MEM puro nos períodos de 24 horas ou 7 dias, respectivamente. Células MDPC-23 foram cultivadas (30.000 células/cm2) por 48 horas em placas de acrílico de 24 compartimentos, sendo que os extratos obtidos e a solução controle foram aplicados sobre elas por um período adicional de 24 horas. O metabolismo das células colocadas em contato com os extratos foi analisada através do teste de MTT, e a morfologia celular foi avaliada em MEV. Os dados numéricos obtidos pelo teste de MTT foram submetidos ao teste de Mann-Whitney. Para os Grupos 1, 2, 3, e 4, ocorreu redução percentual de 75,6%; 75%; 54,5%; e 73,6% no metabolismo celular, respectivamente. Não houve diferença estatisticamente significante entre os Grupos 1 e 2 (p>0,05). O grupo 3 revelou ser estatisticamente menos citotóxico do que o grupo 4 (p<0,05). Foi possível concluir que cimento VitrebondTM Plus apresentou reduzido efeito citotóxico inicial para as células em cultura quando comparado ao seu antecessor (VItrebondTM). Todavia, a dissolução tardia deste produto resultou em intenso efeito citopático para as células pulpares, tal como demonstrado para o VitrebondTM em ambos períodos de análise.