Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Revisão da Literatura

v. 17 n. 43 (2008): ROBRAC

Acesso Radicular

  • Gilson Blitzkow Sydney
  • Antonio Batista
  • Marili Doro Deonizio
DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v17i43.56
Enviado
março 20, 2010
Publicado
março 21, 2010

Resumo

As grandes dificuldades durante o preparo estão em função direta de aspectos anatômicos presentes como curvaturas e atresias, tornando-se o grande desafio a ser vencido. Canais de diâmetros reduzidos devido a calcificações dificultam a progressão dos instrumentos no alargamento, e canais com curvaturas acentuadas tornam a sua manutenção crítica. O conceito de acesso radicular introduzido por Goering em 1982 é um passo extremamente importante, independente da técnica de preparo a ser empregada, visando a eliminação de depósitos dentinários na entrada dos canais radiculares e propiciando um acesso direto aos terços médio e apical. As brocas de Gates-Glidden tem sido o instrumento mais utilizado para este fim. Recentemente, instrumentos com diferentes conicidades têm sido introduzidos para serem empregados com contra-ângulo convencional: a Coronal Preparation Drill - CP Drill (Injecta), os instrumentos LA Axxess (Sybron-Kerr) e os instrumentos Pré-Race (FKG). No presente artigo os autores discutem e analisam a eficiência clínica destes instrumentos apontando para o seguinte resultado em ordem decrescente: Pré-Race, CP Drill e LA Axxess.