Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 20 n. 53 (2011): ROBRAC

Avaliação da eficiência mastigatória por dois métodos: colorimetria e tamises.

DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v20i53.578
Enviado
julho 8, 2011
Publicado
agosto 2, 2011

Resumo

Objetivo: Correlacionar dois métodos para verificação da performance mastigatória. Métodos: Foram selecionados 13 pacientes que portavam Prótese total superior e prótese parcial fixa classe I de Kennedy inferior para realizar dois testes que medem a performance mastigatória. O primeiro teste, chamado de método das tamises, utiliza-se do Optocal como alimento-teste, dividido em 3 porções com 17 g que o paciente deve mastigar realizando 20 ou 40 ciclos mastigatórios. Após isso, é feita a análise do DGM. Em seguida, o paciente realizava a mastigação de uma cápsula, contendo grânulos de fuccina, seguindo os mesmos ciclos mastigatórios descritos no outro método. Após isso, as cápsulas foram enviadas a laboratório específico para análise da coloração. Resultado: Não houve correlação entre os métodos testados, após análise estatística utilizando o método de correlação de Pearson, com α=0.05.

Conclusão: O método da colorimetria, embora mais simples e de fácil execução do que o método das tamises, não se mostrou correlato a este. Deve-se, portanto, realizar ajustes na cápsula, a fim de torna-la mais macia, ou no método de análise do corante.