Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 16 n. 42 (2007): ROBRAC

Controle da deposição de partículas de óxido de alumínio emitidas pelo sistema de abrasão a ar em consultório odontológico

  • Fábio Luiz Ferreira Scannavino
  • Lourdes Santos-Pinto
  • Antonio Carlos Hernandes
Enviado
março 20, 2010
Publicado
março 21, 2010

Resumo

Nesse estudo, avaliou-se a deposição de partículas de óxido de alumínio no campo operatório do cirurgião-dentista durante o emprego de um aparelho de abrasão a ar e sucção odontológica convencional para sucção do pó gerado. Um dispositivo metálico, simulando as posições de trabalho do cirurgião-dentista, possibilitou a captação das partículas durante o abrasionamento de dentes artificiais. Sugadores de saliva convencional e modificado por funil foram empregados no sistema de sucção convencional da equipe odontológica com a finalidade de captar o pó de óxido de alumínio. Os resultados foram expressos por meio de análise estatística gráfica em função da quantidade em massa de partículas de óxido de alumínio obtida em função da distância e posição de trabalho do operador ao centro da boca de um manequim. A maior deposição de partículas ocorreu a 20 cm de distância do operador em relação ao centro da boca e na posição de trabalho 9h, quando se empregou o sugador de saliva convencional.