Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 22 n. 60 (2013): ROBRAC

Aspectos norteadores da atenção à saúde bucal de gestantes da Estratégia Saúde da Família de João Pessoa, Brasil

DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v22i60.659
Enviado
julho 8, 2012
Publicado
maio 27, 2013

Resumo

Objetivo: Avaliar os aspectos norteadores da atenção à saúde bucal de gestantes atendidas nas Unidades de Saúde da Família (USFs) da Cidade de João Pessoa/PB. Material e método: Foi realizado um estudo transversal do tipo observacional. A amostra foi composta por 360 gestantes cadastradas no pré-natal. Na coleta de dados, foi utilizada a um formulário. O teste de qui-quadradofoi aplicado, sendo adotado nível de significância de 5%. Resultados: A faixa etária de 19 a 29 anos foi a mais frequente (66,68%). As gestantes receberam alguma informação de como cuidar dos seus dentes durante a gestação (55,3%). Destas, 53,8% obteve informação do cirurgião-dentista, seguido dos médicos (30,7%). A maioria das gestantes relatou acreditar que a gravidez provoca algum problema dentário (66,7%). As gestantes que acreditavam poder fazer tratamento odontológico durante a gravidez, receberam informações de como cuidar de seus dentes durante esse período (61%) (p < 0,001). Noventa e sete gestantes (65,1%) afirmaram ter recebido informação de como cuidar de seus dentes durante a gestação e acreditavam que a gravidez pode causar problema dentário, como cárie (p = 0,03). Conclusões: Os mitos estão presentes no atendimento odontológico as gestantes com associação entre gravidez a problemas dentários. Os médicos e Cirurgiões-dentistas da ESF foram os principais veículos de informação sobre saúde bucal.