Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 22 n. 60 (2013): ROBRAC

Atuação do residente cirurgião-dentista em equipe multiprofissional de atenção hospitalar à saúde materno-infantil

DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v22i60.739
Enviado
março 25, 2013
Publicado
maio 7, 2013

Resumo

A atuação do cirurgião-dentista no ambiente hospitalar é uma perspectiva recente no contexto brasileiro, sendo pouco investigada e sistematicamente relatada. Este estudo descritivo retrospectivo objetivou descrever as atividades desenvolvidas por cirurgiões-dentistas residentes, inseridos em uma equipe multiprofissional de um hospital universitário de referência. Buscou-seos registros e fichas clínicas dos pacientes atendidos pelos residentes em Odontologia da área de Atenção à Saúde Materno-Infantil do Hospital das Clínicas, da Universidade Federal de Goiás, na cidade de Goiânia-GO, entre fevereiro de 2011 e julho de 2012, para caracterizar os pacientes e descrever os procedimentos odontológicos executados. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva. Foram atendidos 740 pacientes no período analisado e 1290 consultas odontológicas foram realizadas. Uma diversidade de alterações sistêmicas foi verificada em 29% da amostra atendida (n=207 pacientes). As atividades educativo-preventivas (n=706) foram mais frequentes do que as atividades curativas (n=66). No período analisado, as atividades multiprofissionais foram realizadas foram estudos de casos (n=18), grupos de educação em saúde (n=49) e reuniões de planejamento multiprofissional (n=17). Concluiu-se que: o cirurgião-dentista pode atuar de forma abrangente no contexto hospitalar; considerando a área materno-infantil, as atividades educativo-preventivas ocorreram em maior número do que as curativas; o cirurgião-dentista deve ser estimulado, desde a graduação, a compreender os aspectos diferencias do contexto hospitalar no planejamento do tratamento odontológico e no trabalho multiprofissional.