Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 15 n. 39 (2006): ROBRAC

O Conselho Municipal de Saúde, segundo acadêmicos de odontologia

  • Suzely Adas Salibas Moimaz
  • Iury Oliveira Castro
  • Nemre Adas Salibas
  • Cléa Adas Salibas Garbin
  • Andréia Antoniuk Presta
  • Tânia Adas Saliba
Enviado
março 23, 2010
Publicado
março 25, 2010

Resumo

O presente estudo objetivou analisar o nível de conhecimento dos acadêmicos do último ano das Faculdades de Odontologia da UNESP – Universidade Estadual Paulista (n=72) e UNIP – Universidade Paulista (n=15), localizadas em Araçatuba-SP, a respeito dos Conselhos Municipais de Saúde. Os participantes responderam um questionário a respeito da conceituação e composição dos CMS, suas fontes de informação sobre o assunto, abordagem do tema pela Universidade e sua participação nos conselhos de seus municípios de origem. As respostas foram processadas e analisadas por meio do programa Epi Info v. 6.04. Verificou-se que 44% dos alunos nunca ouviram falar em CMS, nenhum deles havia participado de uma reunião e apenas um sabia da composição do Conselho. Mesmo entre estudantes de curso superior, da área de saúde, existe desinformação quanto ao processo de controle social. É papel das Universidades e dos centros formadores de recursos humanos em saúde, alertar e informar sobre a atuação dos CMS, incentivando a participação na tomada de decisões para a melhoria da saúde bucal e geral da população.