Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos originais

v. 24 n. 71 (2015): ROBRAC

Propriedades mecânicas de resinas nanoparticuladas e microhíbridas fotoativadas por diferentes fontes de luz

Enviado
junho 4, 2015
Publicado
novembro 21, 2015

Resumo

Objetivo: mensurar a microdureza, profundidade de polimerização e resistência à flexão de uma resina nanoparticulada e duas microhíbridas fotoativadas por aparelhos de Luz halógena e LED. Material e Método: três compósitos foram utilizados (P60, Z100 e Z350XT). Ensaio de microdureza Vickers foi aplicado em 60 amostras cilíndricas (5x2mm) divididas em seis grupos de acordo com a resina e aparelho fotopolimerizador utilizados. Profundidade de polimerização foi avaliada pelo cálculo da relação de dureza das superfícies superior-inferior das amostras. Resistência à flexão de três pontos (MPa) foi avaliada utilizando-se 60 amostras em formato de barra (25x2x2mm) divididas em grupos de forma semelhante ao ensaio de microdureza. Para análise estatística foi realizado teste t de Student e ANOVA com pós-teste de Tukey. Resultados e Conclusão: A resina nanoparticulada apresentou, em geral, menor dureza e profundidade de polimerização. Todos os compósitos apresentaram adequada resistência à flexão de acordo com recomendações da ISO 4049/2000. O desempenho do aparelho de luz LED foi superior ao de luz halógena.