Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Relato de Caso

v. 25 n. 73 (2016): ROBRAC

Tratamento cirúrgico de fratura de parede anterior de seio frontal decorrente de acidente desportivo: relato de caso clínico

DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v25i73.974
Enviado
agosto 15, 2015
Publicado
maio 7, 2016

Resumo

A fratura do osso frontal é uma lesão rara quando comparada aos demais tipos de fraturas faciais. As fraturas do seio frontal normalmente estão associadas a trauma de grande impacto, estando na maioria dos casos associada à acidentes de trânsito. Pequena parcela dessas fraturas se apresenta proveniente de acidentes desportivos. Estas fraturas podem afetar a parede anterior ou posterior, com ou sem o envolvimento do ducto naso-frontal. O osso frontal está localizado em uma área de estruturas anatômicas importantes do ponto de vista estético e funcional, deste modo, o tratamento dessas fraturas se faz de extrema importância.  Seu tratamento varia de acordo com o padrão da fratura, objetivando o retorno da estética e função. Este relato descreve o tratamento cirúrgico de fratura de parede anterior de seio frontal decorrente de acidente desportivo (Takendown), que ao exame clínico inicial apresentava diplopia para supraversão e perda de projeção anteroposterior do osso frontal.  O tratamento instituído foi a fixação interna estável com placa e parafuso para o reestabelecimento estético e funcional. Após o acompanhamento ambulatorial o paciente teve alta sem quaisquer prejuízos estético-funcionais.