Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos originais

v. 19 n. 51 (2010): ROBRAC

Evaluation of knowledge about disinfection of dental impressions in several dental schools

Enviado
janeiro 18, 2011
Publicado
janeiro 19, 2011

Resumo

Objetivo: Avaliar conhecimento de alunos e professores em cinco instituições de ensino, considerando necessidade e técnicas de desinfecção de moldes. Material e método: Os dados foram colhidos por meio de questionários compostos de questões discursivas e de múltipla escolha, respondidos por 201 alunos e 27 professores. Resultados: A primeira parte do questionário revelou que 66,17% dos alunos e 81,48% dos professores realizam rotineiramente desinfecção. Entre esses professores, 48,15% afirmaram ter recebido treinamento sobre o tema e 59,26% responderam que é enfatizado nas escolas que lecionam. As soluções desinfetantes relatadas como mais eficazes pelos participantes foram: glutaraldeído 2%, hipoclorito de sódio 1% e clorexidina. Observou-se que a maioria dos alunos apresentava dificuldades em responder às questões relativas à descrição da técnica de desinfecção, para diferentes materiais de moldagem. Constatou-se que as respostas de docentes e discentes quando comparadas não apresentavam padronização de conhecimento sobre este assunto. No geral, professores de mesma instituição demonstraram pensamentos divergentes sobre questões similares. Em relação à segunda parte do questionário, mesmo apresentando alternativas, o índice de questões não respondidas foi alto. Conclusão: Apesar de estarem conscientes da necessidade de desinfecção, os alunos apresentaram dificuldades para executar o procedimento. Não foi observada padronização de idéias entre professores de mesma instituição, havendo assim a necessidade de elaboração de protocolo e torná-lo mais claro e acessível aos alunos.