Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Pesquisa Científica

v. 22 n. 61 (2013): ROBRAC

Análise comparativa da condição de dentes pilares de próteses parciais removíveis intercaladas e de extremidades livres

DOI
https://doi.org/10.36065/robrac.v22i61.693
Enviado
abril 15, 2013
Publicado
julho 2, 2013

Resumo

 O objetivo deste estudo foi avaliar a condição dental e periodontal dos dentes pilares diretos de próteses parciais removíveis de extremidade livre (classes I e II de Kennedy), em comparação com os dentes pilares diretos de próteses intercaladas (classes III e IV de Kennedy). Foram avaliadas condições clínicas como o índice de placa bacteriana, presença de inflamação gengival, profundidade de sondagem, presença de cárie e cálculo e grau de mobilidade dental. Para a avaliação clínica foram selecionados, aleatoriamente, 37 pacientes (6 do sexo masculino e 31 do sexo feminino), totalizando 44 próteses, sendo 21 de extremidade livre e 23 intercaladas. Os pacientes não receberam qualquer tipo de tratamento prévio e foram avaliados por um único examinador. Os resultados indicaram que houve diferença significativa no índice de placa e na inflamação gengival entre os dois grupos de próteses, sendo maior no grupo de extremidade livre. De acordo com os resultados, concluiu-se que as próteses parciais removíveis de extremidades livres apresentaram maior efeito adverso sobre os dentes pilares diretos, em comparação com as próteses intercaladas.